[domingo, junho 05, 2005]


Números de um país em crise, com um déficite a rondar a casa dos 7%, no qual os "responsáveis do burgo" se apressaram a ir aos bolsos do "Zé Broa" sem apelo nem agravo. Mas...Nem tudo vai mal no país da Catrineta!

- Com as eleições legislativas de 20/Fevereiro, metade dos 230 deputados não foram eleitos. Os que saíram regressaram às suas anteriores actividades, sem contudo saírem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções, os deputados e governantes têm o direito, por Lei (obviamente feita por eles) a um subsídio que chamam "de reintegração", ou seja:
Um mês de salário (3.449 euros) por cada seis meses de Assembleia ou governo.
Desta forma, um deputado que o tenha sido durante um ano recebe dois salários(6.898 euros). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários (68.980 euros). Feitas as contas e os deputados que saíram o Erário Público desembolsou mais de 2.500.000 euros.
Vejamos então mais exemplos entre os ilustres "reintegrados":
- Luís Filipe Pereira ............... 26.890, euros / 9 anos de "serviço";
- Sónia Fortuzinhos .................. 62.000, euros / 9 anos e meio de "serviço";
- Maria Santos . 62.000, euros /9 anos de "serviço
- Paulo Pedroso . 48.000, euros /7 anos de "serviço";
- David Justino . 38.000, euros /5 anosde "serviço";
- Ana Benavente . 62.000, euros/9 anos de "serviço";
- Mª Carmo Romão . 62.000, euros /9 anos de "serviço";
- Luís Nobre Guedes ............... 62.000, euros/ 9 anos de serviço";

A maioria dos outros deputados que não regressaram, estiveram lá somente a última legislatura, isto é, 3 anos, o suficiente para terem recebido cerca de 20.000 euros cada. No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma (mesmo que não tenham 60 anos). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras como:
- Almeida Santos . 4.400, euros;
- Medeiros Ferreira ...................... 2.800 , euros;
- Manuela Aguiar . 2.800, euros;
- Pedro Roseta . 2.800, euros;
- Helena Roseta . 2.800, euros;
- Narana Coissoró . 2.800, euros;
- Álvaro Barreto . 3.500, euros;
- Vieira de Castro . 2.800, euros;
- Leonor Beleza . 2.200, euros;
- Isabel Castro . 2.200, euro
- José Leitão . 2.400, euros;
- Artur Penedos . 1.800, euros;
- Bagão Félix . 1.800, euros.

Alguém quer comentar alguma coisa? Eu cá por mim, para já, só me apetece dizer:

É FARTAR VILANAGEM!


por Zecatelhado * 18:02


*******************************

Comments:
Engraçado, também editei isso no Webclub. Recebi por e-mail. Estamos num país de sacanas. beijos
 
Mas então amigo qual a tua admiração. Sendo eles os autores dos pacotes legislativos óbviamente que em primeiro de tudo iriam tratar da sua vidinha foi o que fizeram e agora colhem os respectivos dividendos. E não se terem eles lembrado de considerarem a sua profissão de desgaste como por exemplo os polícias julgam ser a sua e então teriamos ainda que comentar valores mais altos do que aqueles que agora editas. É por esta e por outras que começo a compreender a razão de cada vez mais haver uma adesão substancial de eleitores ao abstencionismo, embora pense que não é por aí que o problema seja resolvido. Com um abraço do Raul
 
Amigo! Pois é... por vezes este país... até custa comentar! Depois querem que os portugueses acreditem na classe política! Escandaloso parece-me pouco! E um comentário ao post anterior: excelente! A vida política deste país só para rir... para não passarmos o tempo a chorar :S Um beijinho muito grande, amigo! Uma boa semana com tudo de bom! Malae

PS: será que teremos referendo para a Constituição Europeia ou estarão os nossos políticos com medo do resultado?!
 
Penso que seria bom os ministros ganharem o salario minimo. Assim, os ministros corruptos já não queriam pertencer ao governo e ficavam os que estão na assembleia para um país realmente melhor. ;)
 
Novas (a)versões de provérbios, é o que esta seita me sugere:

bem pregava frei Tomás
mão à frente e mão atrás
olhai bem para o qu'ele diz
ide pr'além do que ele faz

tenho cá com muito afinco
safar-me desta maleita
qu'um home aos sessenta e cinco
tarde ou nunca s'endireita

devolver agora é que é
como a boca de outras eras
eu de volvo e tu a pé
vou andando enquanto esperas

dás-me um não em querendo sim
dás-me um sim ao empurrão
ficamos assim-assim
europeus ou talvez não

Olha, amigo, um grande abraço. Valeu vir aqui, que já arranjei matéria para o meu canto!
 
Comentar!? Sem comentários...
 
E tal como a famosa tia: "Já que está deixa estar". Diz que são direitos adquiridos, só para eles. O mexilhão é que se lixa: Baixos salários, desemprego, reforma por um canudo e eleições de dias a dias. E não há maneira de aprendermos, nós é que os pomos lá.
 
Li pela primeira vez essa 'coisa' no Webclub.
Ufa, que foi difícil conseguir o teu endereço, pois deixaste-me a morada toda mal escrita, home, e eu queria poder aceder, mas nem no Tadechuva deixaste link!
Snif
Big Kiss
 
repelente, no mínimo!!!
 
says most of the people repayment their funds on time not to mention lacking problems
A top debt charitable organisation is trying the sheer numbers of many people checking out these individuals just for guidance in excess of payday cash advance bills to help you two times this kind of. consumer debt a good cause tells close to manipulate the payday, substantial awareness mortgages in 2010. This a good cause reveals three years gone may be people using them was initially insignificant.
pozyczkanadowod24.net.pl
powiązana strona z tym tematem
szybka pożyczka
pożyczki hipoteczne kalkulator
pożyczka prywatna na procent

http://szybkapozyczkabezbik.org.pl
http://pozyczki-prwatne.net.pl
http://pozyczki-prwatne.org.pl
 
Enviar um comentário (10) comments