[segunda-feira, junho 20, 2005]


-Sancho, meu leal escudeiro, és um homem tão bom e tão puro de coração que tenho que te confessar uma coisa que me anda a moer o juízo qual mó de moínho...
- Ai senhor meu amo, não me fale em moínhos porque entro em parafuso! Mas senhor, se é importante para vós o que quereis dizer-me... pois dizei.
- Sancho...confesso-te que estive para te trocar por outro escudeiro antes do início desta aventura.
- Trocar-me?!!!... porquê e por quem?
- Pelo que considerava o melhor escudeiro do mundo. O seu amo, igualmente um cavaleiro de causas nobres similares à minha é que não mo cedeu...
- Mas quem era ele senhor? o escudeiro?
- Era o Jorge Coelho meu bom Sancho. Mas ainda bem que tal não aconteceu. Depois destes dias contigo, confesso que penso que és muito, mas muito melhor.


por Zecatelhado * 16:35


*******************************

Comments:
lololol. beijos
 
eheheh

Passei para ler-te e desejar uma boa semana.

Não tenho tido acesso aos comentário! Houve problemas?

Abraço ;-)
 
Enviar um comentário (2) comments