[quinta-feira, maio 26, 2005]

Estou ainda em fase experimental.
Porquê Limite? Por duas razões:
Foi o Programa de Rádio que em 24 de Abril de 1974, o já falecido amigo Leite de Vasconcelos ( que encontrei dez anos depois em Moçambique na esplanada do Polana numa noite de Dezembro ), juntamente com o Manuel Tomás, o Carlos Albino e o Carlos Albuquerque tinham na Rádio Renascensa e que ficou na história por passar a "Grândola",do saudoso José Afonso (O Zeca), música que foi sinal para o arranque do Movimento dos Capitães.
Porque penso que Pitágoras nos deixou em testamento o "limite" mais "limite", passe o redondismo.
Este blog, vai desejar debruçar-se sobre tudo e mais alguma coisa.
A toda a blogosfera o meu bem haja.

Semog


por Zecatelhado * 17:17


*******************************

Comments:
Olá Semog,

Seja bem vindo.
 
Um grande beijo :)
 
Cá estamos, amigo.
Pronto para ler a tua/nossa Nau Catrineta... e os comentários bem a preceito.
Um abraço.
 
Golfinho, Maria e José Gomes;

Pois, a vida tem destas coisas. Às vezes mudamos quando já não nos sentimos bem onde estamos. A coisa mais importante do mundo é estarmos bem connosco próprios, pois só assim podemos estar bem com quem nos rodeia.
Um grande abração do
(Z....)
SEMOG
 
Welcome back!
Fizeste falta em Beja. ;)
As férias foram boas?
 
Olha que contente eu estou: ............................................................................. ;)))
 
welcome! :-) nada como um renascimento para alegrar o ego :-)
 
Preocupaste-nos com o teu abrupto desaparecimento. Estás de regresso e ainda bem. Explicações não nos deves
pois as razões só a ti de dizem respeito. Fico muito satisfeito pelo teu regresso e o link vai já acontecer.
Um abração deste teu amigo Raul
 
que não haja limites para o teu Limite... nem nevoeiro que o traga...
AbracÉlico
 
Pois é amigo Semog... Eu também estou muito contente por poder estar aqui e tudo o mais. Agora... há coisas que, por mais que a gente mude, nos perseguem sempre, felizmente. De braços abertos o esperámos, de braços abertos o recebemos (ou será o contrário) seja como for, feliz regresso e melhor permanência.
 
Enviar um comentário (10) comments